Pró-vida Anápolis

follow facebook

Segunda, 19 Abril 2010 11:13

A esterilização em perguntas e respostas

(que ensina a Igreja Católica sobre isso?)

1. O que é a esterilização?

É intervenção sobre um órgão reprodutor, feita a fim de que ele não mais possa funcionar.

2. Que tipos de esterilização existem?

A esterilização do homem é feita pela vasectomia. A esterilização da mulher é feita pela laqueadura ou ligadura de trompas.

3. Como a vasectomia estraga o aparelho reprodutor masculino?

Através de um corte nos canais que conduzem os espermatozóides dos testículos para as vesículas seminais.

4. Como a ligadura de trompas estraga o aparelho reprodutor feminino?

As trompas são ligadas ou extirpadas, e assim o óvulo não pode mais caminhar para o útero nem se encontrar com o espermatozóide.

5. Nós temos o direito de amputar um órgão do nosso corpo?

Não, a menos que seja um órgão doente e que ponha em risco a saúde de todo o organismo (por exemplo, um braço com gangrena). Mas amputar um órgão sadio é pecado. Por exemplo, não podemos pedir a um médico para arrancar nossos olhos ou nossas mãos, se estiverem sadios.

6. E se alguém pede a um médico para mutilar e estragar um órgão reprodutor?

O pecado é maior, pois se trata de um órgão criado por Deus para a sublime missão de transmitir a vida. “É de excluir, de igual modo, como o Magistério da Igreja repetidamente declarou, a esterilização direta, tanto perpétua como temporária, e tanto do homem como da mulher” (Paulo VI, Encíclica Humanae Vitae n. 14).

7. E se a mulher, por problemas de saúde, for desaconselhada de ter mais filhos, pode fazer ligadura de trompas?

De jeito nenhum. Não podemos estragar seus órgãos reprodutores, se eles estão sadios.

8. Mas se ela não se operar, vai acabar morrendo na próxima gravidez...

E quem disse que ela é obrigada a engravidar? A gravidez não vem por acaso, mas é sempre fruto de uma relação sexual. E a relação sexual é um ato livre. Ninguém é “obrigado” a praticá-la. Se não convém para a saúde uma nova gravidez, o casal pode muito bem abster-se das relações sexuais no período fértil. É para casos como esse que serve a continência periódica. Nunca é necessário nem lícito mutilar os órgãos reprodutores.

9. Nem depois de uma certa idade a mulher tem o direito de se operar para não ter mais filhos?

Não. A esterilização é pecado em qualquer idade em que seja praticada.

10. Nem o homem pode fazer vasectomia, se a esposa concordar?

Mesmo que a esposa concorde, Deus não concorda. Nunca é lícito estragar um órgão sadio criado para transmitir a vida.

11. O que acontece com o casal que voluntariamente se esteriliza?

Ele passa a viver fechado no seu egoísmo, sem qualquer abertura a uma nova vida. Um já não pode mais dizer para o outro “Eu te amo”, sem dizer mentira. Pois o verdadeiro amor esponsal não exclui a fecundidade.

12. O casal que já se esterilizou não tem salvação?

Tem, desde que se arrependa sinceramente do pecado que cometeu. Convém que eles se lembrem que o poder de procriar sempre foi considerado pela Bíblia uma bênção de Deus, e que eles rejeitaram esta bênção. Mas todo pecado tem perdão, desde que o arrependimento seja sincero.

13. Que pode fazer o casal esterilizado para compensar o pecado cometido?

Antes de tudo, deve verificar a possibilidade de reverter a esterilização através de uma cirurgia denominada recanalização. Se não for possível fazer essa cirurgia, o casal poderá, de comum acordo, decidir abster-se de relações sexuais durante alguns dias do mês. Isso evitará que o corpo de um se torne para o outro um simples brinquedo ou objeto de prazer a ser usado a qualquer hora e sem nenhum custo. Poderá também, por exemplo, adotar crianças, ensinar os outros casais a valorizar o dom da vida, lutar contra o aborto...

Anápolis, 19 de abril de 2010.

Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz
Presidente do Pró-Vida de Anápolis

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

CNPJ 01.813.315/0001-10 - Reconhecido como entidade de utilidade pública municipal pela lei 2497/97
Rua Bela Vista, Quadra M, Lote 65, Jardim Goiano, 75140-460, Anápolis, GO
Para correspondência: Caixa Postal 456 75024-970 - Anápolis - GO
Telefones (62)3313-4792 / (62)3315-9413
Produzido por Trídia Criação

Usando Joomla!